28 de Agosto – Dia da Avicultura

Postado em 28 de agosto de 2017

Dedicação, trabalho e busca incessante pela excelência, em décadas de pesquisa, emprego de alta tecnologia e fortes investimentos em estruturas de produção. Assim a avicultura brasileira atingiu patamares de eficiência, que a transformaram em referência mundial.

Para 2017, a Associação Brasileira de Proteína Animal – ABPA – prevê uma elevação de 3% a 5% tanto na produção quanto nas exportações do setor.

Os desafios do setor são inúmeros, mas deve-se sempre alertar para a qualidade da produção. Na Korin, isso é mais que uma preocupação. É nossa missão. Por isso, produzimos frangos de corte sem a presença de antibióticos terapêuticos e como promotores de crescimento. Além disso, proporcionamos as melhores condições para o ambiente em que vivem nossas galinhas. Desde colocar ovos em ninhos, até a pastagem em piquetes ao ar livre, e o uso de prebióticos e probióticos, para manter a saúde de nossas aves. Isso é bem-estar animal.

Esses diferenciais, que são parte da filosofia a caminho da agricultura natural preconizada pelo filósofo japonês Mokiti Okada, foram a base para diversas certificações obtidas pela Korin. Somos a primeira empresa no país a receber a certificação de bem-estar animal concedida pela HFAC (Humane Farm Animal Care), entidade norte americana que estabelece normas para essa certificação. Também somos certificados pela WQS (World Quality Services. Este selo garante que os procedimentos utilizados na criação do frango de corte: não utilizam antibióticos como promotores de crescimento; a alimentação é estritamente vegetal; e a rastreabilidade é mantida em toda cadeia produtiva. Já a criação e o processo de produção do frango orgânico são inspecionados e certificados pelo IBD (Instituto Biodinâmico) Certificações.

Essas certificações contribuíram para outro pioneirismo da Korin, que foi a primeira empresa no país a exportar frango orgânico. Em 2016, Hong Kong foi o primeiro local a receber nosso frango orgânico, nas versões inteiro e cortes (coxa, sobrecoxa, asa, meio da asa, coxinha da asa e filé de peito).

Dessa forma, avançamos sempre com nosso propósito de produzir e comercializar alimentos que promovam a saúde e o bem-estar do consumidor, assim como a prosperidade do produtor, utilizando métodos produtivos que gradativamente concretizem a Agricultura Natural preconizada por Mokiti Okada, através de um modelo social, ambiental e economicamente sustentável.