Como salvar as abelhas?

Postado em 22 de maio de 2019

O que pode ser feito para impedir o fim das abelhas?

A situação das abelhas vem se complicando em todo o planeta, com o risco desses preciosos insetos até mesmo entrarem em extinção, se nada for feito para deter a mortandade. O Brasil é um país riquíssimo nessa biodiversidade com abelhas silvestres que, mesmo não sendo grande produtoras de mel, ainda são fundamentais na polinização de soja, maracujá, dentre outros alimentos. Os consumidores, cada vez mais conscientes, sabem muito bem a importância das abelhas para o meio ambiente.

Se você é um consumidor consciente, sabe o quanto produtos orgânicos contribuem com o meio ambiente, pois caracteriza-se como uma produção sem uso de agrotóxicos e herbicidas, espalhados através da pulverização. Consumir produtos que não utilizam essas práticas significa incentivar o mercado e a agricultura a buscar maneiras mais sustentáveis de produzir alimentos.

Se você é um agricultor, utilizar um método que não é agressivo nem para você e nem para o meio ambiente é bastante benéfico. Mesmo que sejam medidas feitas passo a passo, com alterações como a mudança de sementes, para modelos sem transgênicos, até passos mais significativos, como um solo renovado para a produção de orgânicos.

Um método mais sustentável é válido também pois há ganhos significativos para a produção. Sabe-se, hoje, que 76% das plantas utilizadas para produção de alimentos no Brasil é dependente da polinização realizada por animais, especialmente as abelhas. O dado é do 1º Relatório Temático de Polinização, Polinizadores e Produção de Alimentos no Brasil, resultado de uma parceria entre a Rede Brasileira de Interações Planta-Polinizador (Rebipp) e a Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (BPBES, da sigla em inglês), apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).
.
Vamos juntos salvar as abelhas?