Dia Mundial do Meio Ambiente

Postado em 5 de junho de 2015

No dia 05 de junho é comemorado o dia ‪Mundial do Meio Ambiente‬, criado pela ONU (Organização das Nações Unidas), com o objetivo de chamar atenção da população para o meio ambiente e para preservação dos recursos do planeta. O tema de 2015 é: “Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com cuidado”.
Como destaca o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, podemos ter vidas mais sustentáveis, “mudando nossos padrões de consumo para bens que usem menos energia, água e outros recursos, e desperdiçando menos comida.”

Para a Korin, essa é a base de todo o trabalho, sendo antes de tudo, nossa Filosofia.
Além de disponibilizar alimentos seguros e de alta qualidade ao consumidor, a Korin busca o desenvolvimento de tecnologias e de sistemas de produção diferenciados, em que a natureza e o bem-estar dos animais são respeitados, por meio da criação de uma cadeia de valores que passa por fornecedores e produtores, chegando até o consumidor.

Atenta não apenas aos valores ecológicos, a Korin também se preocupa com a parte social que tange a sua produção. Por isso, estimula e orienta os agricultores que formam a rede de fornecedores e colaboradores para o fortalecimento de unidades agrícolas familiares sustentáveis, através de iniciativas inovadoras, capazes de gerar desenvolvimento econômico e social. Além disso, trabalha com pequenos e médios produtores, transferindo conhecimento e tecnologia para a prática do método da Agricultura Natural.
Todo esse empenho tem como principal objetivo desenvolver uma produção agrícola justa, capaz de oferecer alimentos puros, sem prejuízo à saúde do lavrador e do consumidor, resguardando a integridade ambiental e a qualidade de origem dos produtos.

Assim como a agricultura, a produção industrial de animais da empresa leva em consideração os pilares da Agricultura Natural. No caso das aves, por exemplo, a criação é feita sem o uso de antibióticos ou ingredientes de origem animal na ração, livre de gaiolas e de acordo com as normas de bem-estar animal, sendo a empresa pioneira no cumprimento destas normas no Brasil.

Produtores de frango orgânicos integrados à Korin

A Agricultura Natural

O modelo da Agricultura Natural nasce de uma profunda preocupação com o emprego excessivo de agroquímicos no solo, cujo uso indiscriminado, tem provocado graves consequências ao meio ambiente, contaminando mananciais, leitos de rios e lençóis freáticos, afetando assim, toda a cadeia alimentar. Além disso, a impregnação de resíduos químicos nos alimentos provoca a alteração do seu verdadeiro sabor e compromete a saúde de quem produz e de quem compra.

Para Mokiti Okada, o precursor da Agricultura Natural, a natureza, em seu estado original, representa a verdade e, portanto, precisa ser respeitada. Para o filósofo, a humanidade, ao longo de sua história, se afastou da natureza e acabou por promover um estado de degradação do meio ambiente, fazendo o uso indiscriminado de seus recursos naturais, o que resultou em uma agricultura como a que é praticada atualmente, denominada “agricultura convencional”, que negligencia o poder do solo, as plantações e o equilíbrio natural. Nesta última, são utilizados fertilizantes químicos e agrotóxicos que podem poluir não somente o solo, mas lençóis freáticos, rios e pode afetar a população de insetos, peixes, aves e outros animais.

Os benefícios da agricultura orgânica e natural refletem-se também no meio ambiente, uma vez que a biodiversidade em propriedades com cultivos sem a utilização de pesticidas e fertilizantes químicos é superior às áreas que produzem através do método convencional. É importante salientar que a agricultura orgânica e natural difundida pela Korin não se faz apenas pelo não uso de agrotóxico, mas também e fundamentalmente pelo respeito à natureza e seus ciclos e pelo equilíbrio entre o homem e o meio ambiente, respeitando as comunidades locais.
A Korin transfere para seus parceiros, produtores e fornecedores de matéria-prima, os princípios e conceitos da produção sustentável, orgânica e da Agricultura Natural, contribuindo para o fortalecimento de uma cadeia produtiva com base na agroecologia.

Origem da data
Autor não encontrado

Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, Estocolomo, Suécia, 1972

Em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, que passou a ser comemorado todo dia 05 de junho. Essa data, que foi escolhida para coincidir com a data de realização dessa conferência, tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

Nessa Conferência, que ficou conhecida como Conferência de Estocolmo, iniciou-se uma mudança no modo de ver e tratar as questões ambientais ao redor do mundo, além de serem estabelecidos princípios para orientar a política ambiental em todo o planeta. Apesar do grande avanço que a Conferência representou, não podemos afirmar, no entanto, que todos os problemas foram resolvidos a partir daí.

“A proteção e o melhoramento do meio ambiente humano é uma questão fundamental que afeta o bem-estar dos povos e o desenvolvimento econômico do mundo inteiro, um desejo urgente dos povos de todo o mundo e um dever de todos os governos.”
(Declaração de Estocolmo sobre o ambiente humano – 1972)

Fontes:

Relatório de Ações Socioambientais Korin, 2015 2ª edição
http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-mundial-do-meio-ambiente-ecologia.htm