Nestlé vai banir ovos de galinhas engaioladas nos EUA

Postado em 29 de dezembro de 2015

A Nestlé informou nesta terça-feira (22/12/2015) que irá parar de usar ovos produzidos por galinhas em gaiolas em seus produtos até 2020, fazendo dela a maior das empresas de alimentos processados a abolir a prática em meio à pressão de consumidores e grupos de direitos dos animais.

A companhia, maior fabricante global de alimentos, disse que usa cerca de 10 mil toneladas de ovos anualmente para produzir produtos como biscoitos e sorvetes, e agora vai passar a utilizar ovos das chamadas “galinhas felizes”.

O termo “galinha feliz” é usado para definir a criação desses animais sem confinamento.

No Brasil sinônimo de Galinha Feliz é Korin. Isso porque a empresa produz ovos livres de gaiolas há mais de vinte anos, tendo selo de bem-estar animal (Certified humane), onde uma certificadora independente (Ecocert) comprova que a empresa segue todos os procedimentos corretamente.

anuncio set. 10

A Korin é pioneira na produção de ovos livres de gaiolas no Brasil, onde a produção convencional ainda é majoritariamente de galinhas poedeiras confinadas, que passam quase toda a vida em gaiolas menores que um IPad. Nestas gaiolas as galinhas não conseguem abrir as asas, ciscar ou exercitar seu comportamento natural. No modelo da Korin, as galinhas conseguem exprimir estes comportamentos naturais, além de construírem ninhos e manter relações hierárquicas entre elas.

É interessante notar que a Nestlé está investindo numa mudança progressiva para uma produção que respeita o Bem-Estar Animal, coisa que a Korin já faz desde o começo, sendo um de seus princípios.

Tanto a Nestlé, como recentemente o McDonalds e tantas outras empresas, estão cada vez mais procurando trabalhar com produtos que sejam produzidos de maneiras sustentáveis, que não atentem contra o bem-estar animal, que sejam confiáveis e socialmente justos. E isso graças a demanda de uma nova geração de consumidores que se preocupam não só com o que vão consumir, mas de onde veio, como foi feito este produto. Isso é um ganho da sociedade e esperamos que se amplie cada vez mais.