Chef Alberto Landgraf no MS

Postado em 19 de setembro de 2017

Um dos mais renomados e premiados Chefs do Brasil, @albertolandgraf, fez uma imersão de 3 dias na produção de bovinos orgânicos da Korin, no Mato Grosso do Sul. Após fechar o restaurante Epice, em São Paulo, o cozinheiro está finalizando as obras do seu novo restaurante, Oteque, um sobrado tombado em Botafogo, Rio de Janeiro. “Foi muito importante conhecer e entender toda a cadeia do animal orgânico, desde o pasto, passando pelo abate, desossa, bem-estar tanto do animal quanto das pessoas envolvidas nessa cadeia. O maior aprendizado que tive nessa viagem foi conferir como cada pequeno elo da corrente tem seu valor.”

Um dos jovens chefs que se destacam no cenário da gastronomia brasileira, Alberto Landgraf ganhou prêmios de revistas de gastronomia no Brasil e também da América Latina, onde já foi considerado o melhor jovem chef e alcançou, com seu restaurante, o posto número 21.Nascido em Cornélio Procópio, no interior do Paraná, Landgraf tem sua origem no campo. Com 20 anos foi para Londres onde, além de estudar inglês, acabou na cozinha. Se formou em Gastronomia pela Westminster Kingsway College, trabalhou com os chefs Tom Aikens e Gordon Ramsay. Depois foi para São Paulo onde foi chef da Companhia Tradicional de Comércio, dona dos bares Astor, Original e Pirajá.

A Carne Orgânica Korin é resultado de uma parceria que visa promover o desenvolvimento da produção sustentável na maior planície alagada do planeta, o Pantanal. A Korin, a Naturafrig e a Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO) trabalham em conjunto para promover este produto que conta, ainda, com apoio de importantes grupos, como o WWF-Brasil, o GTPS (Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável), a EMBRAPA-Pantanal, e o IBD (Instituto Biodinâmico), que garante e certifica que a produção da Korin se dá em fazendas nativas e orgânicas enquadradas na lei 10.831 de 23/12/2003 do SISORG – Sistema Brasileiro de Conformidade Orgânica.