Korin Alimentos inaugura nova fase com abate Halal em Mesquita na capital paulista

em 3 de abr de 2024

A Korin é referência em agricultura natural, pioneira na criação de frangos sem uso de grãos transgênicos na ração das aves, antibióticos e inseticidas nas granjas. Nesse sentido, deu início ao abate Halal, no dia 17 de março. Os frangos abatidos foram oferecidos durante o Iftar na Mesquita de Santo Amaro (SP) – refeição que marca a quebra do jejum realizado diariamente pelos mulçumanos durante o período sagrado do Ramadã, no nono mês do calendário islâmico

O processo de produção do frango halal tem certificação concedida pela FAMBRAS Halal, pioneira nesse segmento. A certificação Halal é focada nas documentações de sistema de gestão, ou seja, tudo é vistoriado para verificar se estão conforme a legislação islâmica. Omar Chahine, diretor comercial da FAMBRAS explica como funciona essa parte técnica da certificação.

“Primeiro de tudo, é necessário que o centro de distribuição tenha certificação Halal. Caso contrário, nenhum produto Halal pode ser armazenado. As câmaras frigoríficas de todo produto Halal precisam estar separadas dos demais alimentos, para não haver contaminação cruzada, ou seja, qualquer procedência suína”, explica Omar.

O diretor comercial ainda abordou as questões de transporte e segurança. “Em seguida, verificamos todas as normas de higiene, controle de pragas e funcionamento e manutenção dos equipamentos. Para o transporte nos centros, a recomendação é de que o produto certificado seja o primeiro a ser transportado, para não ocorrer contaminação com produtos fora das normas”, contou Omar.

Para a FAMBRAS Halal, a certificação do frango sustentável produzido pela Korin vem contribuir como uma alternativa em alimento para os consumidores muçulmanos e adeptos da saudabilidade.

Luiz Demattê, diretor da Korin, mostra-se animado com a certificação conquistada pela empresa e diz que a importância de ter o selo Halal nos alimentos vai muito além dos negócios. “Essa certificação tem um significado muito grande para nós não apenas no sentido comercial, mas é, sobretudo, no sentido do nosso interesse em produzir alimentos puros, saudáveis, em acordo com os princípios da natureza”, falou.

A produção halal tem origem nos princípios impostos pelo Sagrado Alcorão. A palavra “halal” significa lícito. Alimentos com essa certificação são aqueles cujo consumo é permitido. Entre as exigências, o abate deve ser executado apenas por um muçulmano mentalmente sadio, que entenda as regras e as condições relacionadas à prática. A frase “Em nome de Deus, Deus é maior”, deve ser invocada imediatamente antes do abate.

Os equipamentos e os utensílios utilizados são exclusivos para esse tipo de degola, que deve ser único e preciso, atingindo as quatro estruturas do pescoço do animal (traqueia, esôfago, ambas as artérias carótidas e as veias jugulares). Ao atingir estas quatro estruturas, o fluxo de sangue para o cérebro do animal é interrompido, minimizando seu sofrimento. Para ser halal o frango deve atender aos requisitos do abate e às especificações de cada país importador.

O Brasil é líder mundial há mais de uma década no fornecimento de carne de frangos halal e exportou 1,983 milhão de toneladas para este mercado, em 2022.

TEXTO COMUNICAÇÃO CORPORATIVA

Veja também