Arroz Orgânico da Korin: Um produto saudável e social

Postado em 12 de fevereiro de 2015

Parte do cardápio diário do brasileiro e um dos alimentos mais consumidos no mundo, o arroz é uma importante fonte de carboidratos. A Korin, empresa que segue os preceitos da Agricultura Natural, desenvolveu, pensando em oferecer mais uma opção saudável ao consumidor, a nova linha de Arroz Orgânico Korin, cultivada sem agrotóxicos.

Foto Plantação Arroz Cateto_Coopan

A produção deste produto foi desenvolvida a partir de uma parceria com a cooperativa Coopan (Cooperativa de Produção Agropecuária), que tem o compromisso de fixar o agricultor no campo, cultivando áreas provenientes de reforma agrária da cidade de Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul. Este trabalho, desenvolvido desde 1995, fixou inúmeras famílias no campo, de onde tiram seu sustento de maneira a preservar a cadeia produtiva e o meio ambiente.

arrozes

O arroz orgânico da Korin foi lançado em julho de 2013 e comercializado nos tipos agulhinha integral e agulhinha polido em pacotes de 1Kg. O agulhinha integral, agulhinha polido e o cateto integral já se encontram em embalagens da Korin por terem atingido um nível de qualidade que os classificam como arroz tipo 01, O arroz-cateto polido, apreciado na culinária oriental, está sendo desenvolvido. Foi distribuído em testes de mercado e obteve ótima aceitação. Também receberá em breve uma embalagem com a marca Korin.DSC_0975
Segundo o coordenador de mercearia da Korin, Reginaldo Votta, a linha de arroz orgânico da Korin tem grandes diferenciais. Além de não haver a aplicação de agrotóxicos em uma das culturas que mais consomem estes tipos de químicos nas lavouras, a empresa consegue, com este produto, realizar um forte trabalho social, decorrente da parceria entre a Korin e a Coopan. “Nosso trabalho tornou-se mais social com esta parceria, uma vez que ampliamos a oportunidade desta cooperativa evoluir tecnologicamente e aumentar sua produtividade, que até então limitava-se ao fornecimento a granel para escolas da cidade, em uma escala relativamente pequena. Estas famílias de produtores aprenderam a manejar o solo de maneira eficiente sem a aplicação de agrotóxicos na plantação e o resultado vem sendo fantástico”, aponta.

Votta ainda explica que o produto tem ganhado, em pouco tempo, grande aceitação dos consumidores e de empresários. A empresa está fornecendo o arroz para as cidades de São Paulo, Curitiba, Manaus e Vitória e as solicitações crescem a cada dia. “Nosso setor comercial abraçou este produto e vem realizando um ótimo trabalho de expansão de vendas no Brasil. Além disso, já estamos atendendo a dezenas de restaurantes com o arroz orgânico, mercados especializados, como o Empório do Arroz e também cozinhas industriais, como o caso da Johnson & Johnson de São Paulo, que implantou no refeitório uma gôndola de orgânicos, onde são oferecidos a todos os funcionários da empresa o frango e o arroz da Korin. Em tão pouco tempo com este produto no mercado, ele se tornou competitivo, se equiparando a grandes marcas do segmento na preferência entre os clientes”, ressalta Votta. “O próximo passo é estudarmos a viabilidade de produzirmos a linha em embalagens de 5 kg, mais adequada para as cozinhas industriais”, finaliza.

Fernanda Silvestre Mtb 67.543