Korin atesta produção de ovos sem usar transgênicos no processo

Postado em 1 de julho de 2020

Aves da marca vivem livres de maus tratos e de gaiolas, expressando seus comportamentos naturais a céu aberto 

Fotos: Divulgação Embrapa

 

A Korin, empresa reconhecida nacionalmente por produzir e comercializar alimentos orgânicos e sustentáveis de origem animal e vegetal, atesta sua posição de ser a primeira marca a criar em grande escala galinhas e frangos de corte comprovadamente alimentados sem uso de grãos transgênicos (organismos geneticamente modificados), tendo produzido e comercializado somente no ano de 2019, mais de 30 milhões de ovos entre orgânicos e sustentáveis.  

Na produção de ovos caipira da sua Linha Sustentável as galinhas não têm stress e vivem sem necessidade de tomarem antibióticos, quimioterápicos ou coccidianos e se alimentam à base de grãos não transgênicos certificados pelo IBD (Instituto Biodinâmico).  A marca que já utilizava grãos sem transgenia em sua linha de frangos e ovos orgânicos, desde o lançamento, em 2009, iniciou, em 2016, um projeto para que toda a alimentação das aves da linha sustentável fosse igualmente à base de grãos sem modificação genética. 

A empresa, que se baseia na filosofia da Agricultura Natural de Mokiti Okada (Japão, 1882-1955), mantém a preocupação com toda cadeia de produção, acompanhando de perto seus produtores, atestando a prosperidade de todos, mediante o sistema de agricultura familiar. 

“A nossa produção de ovos é proveniente de unidades agrícolas familiares que recebem e adotam as iniciativas tecnológicas inovadoras da Korin, capazes de gerar o desenvolvimento econômico e social de seus praticantes. Temos famílias que já estão na terceira geração e isso nos deixa muito feliz. Saber que o nosso método também colabora para o sucesso financeiro de nossos colaboradores é gratificante”, afirma Reginaldo Morikawa, diretor-superintendente da Korin Agropecuária.  

A Korin também se atenta com muita atenção ao bem-estar animal, que se estende na criação de aves livres de gaiolas na produção, para que elas possam verdadeiramente expressar seus comportamentos naturais.  A produção é a primeira do Brasil a ser certificada com o selo de bem-estar animal emitido pela Certified Humane Brasil (HFAC), principal organização internacional voltada para a melhoria da vida das criações animais na produção de alimentos, do nascimento até o abate. Na Korin não existe choque elétrico para ‘educar’ as aves a não botarem ovos no chão, pois há ninhos aconchegantes por todo o interior do galpão, como também não existe debicagem severa, entre outras ações relacionadas ao stress que levam o animal ao desgaste e sofrimento.  

“Sempre que o consumidor adquirir um ovo da Korin, ele estará comprando um ovo proveniente de animais alimentados sem o uso de grãos transgênicos, antibióticos e quimioterápicos, para que esses agentes e os demais utilizados nessas cadeias não atinjam o meio ambiente. Tudo isso é resultado de nossa missão de levar saúde para as pessoas, prosperidade ao produtor e um real bem-estar à população. Korin é assim”, informa Morikawa.