Quais as diferenças entre os frangos Korin?

Postado em 2 de outubro de 2019

Frango livre de antibióticos? Livre de transgênicos? Orgânicos? Qual a diferença?

Se você vai ao supermercado e tem dificuldade na hora de escolher o tipo de frango que você vai consumir, este texto pode te ajudar. Sempre recomendamos que verifique a embalagem para fazer a escolha certa, mas sabemos que às vezes, a gente precisa de mais informações para compreender por completo. Conheça agora os tipos de frango e suas semelhanças e diferenças.

Frango Caipira - Criação

Frango Caipira – Sasso (Pescoço Pelado)

Frangos convencionais são produzidos em granjas de exploração comercial, de linhagens comerciais geneticamente selecionadas para alta taxa de crescimento e excelente eficiência alimentar, criados em sistema intensivo, segundo as normas sanitárias vigentes, sem restrição ao uso de antibióticos, anticoccidianos, promotores de crescimento, quimioterápicos e ingredientes de origem animal na dieta. A Korin não trabalha com frangos dessa categoria.

Frango Caipira ou Frango Colonial são aves de linhagem exclusiva para esse fim, de crescimento lento (com abate superior a 70 dias), criadas em sistema com acesso a pasto, exercícios e manifestação de comportamentos inerentes à espécie, e que se alimentam com ração constituída por ingredientes preferencialmente de origem vegetal, sendo proibido o uso de melhoradores de desempenho de base antibiótica, segundo as normas da ABNT  – Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)..

Na Korin, o Frango Caipira é da raça francesa Sasso Pescoço pelado, e o método de produção, praticado por famílias integradas à empresa, vai além das normas exigidas pela ABNT, como por exemplo, nunca utilizar antibióticos como terapêuticos (como melhoradores de desempenho já é proibido), quimioterápicos, anticoccidianos, além da alimentação das aves não conterem ingredientes de origem animal, tudo isso certificado pela WQS, do Grupo QIMA, presente com inspeções in loco em 85 países. A produção também é certificada com bem-estar animal pela Certified Humane Brasil (HFAC), principal organização internacional voltada para a melhoria da vida das criações animais na produção de alimentos, do nascimento até o abate.

Os frangos caipiras Korin são criadas em galpões (barracões), em densidade de no máximo 30 kg/m² e têm acesso a uma área de pastejo, onde podem expressar seu comportamento natural.

Frango Livre de Transgênicos - Criação

Frango Livre de Transgênicos

Esse sistema de produção artesanal, de crescimento mais lento, tem como resultado uma ave madura, de carne com textura firme e saborosa e que concentra todos os nutrientes do campo.

Frangos criados sem o uso de antibióticos, como os da Korin, são aves de exploração intensiva, sem restrição de linhagem (na Korin são da linhagem Cobb ou Ross), criadas sem o uso de antibióticos, anticoccidianos, promotores de crescimento, quimioterápicos e ingredientes de origem animal na dieta. Recentemente, a alimentação destas aves recebeu certificação de ausência total de transgênicos.

Frango Orgânico - Criação

Frango Orgânico

Frangos Orgânicos são aves criadas em granja de exploração comercial, sem restrição de linhagens (na Korin são da linhagem Cobb ou Ross), seguindo a legislação brasileira para os sistemas orgânicos de produção, cujas especificações produtivas encontram-se principalmente descritas na Instrução Normativa n°46 de 07/10/2011. As principais diferenças deste frango para o Frango Livre de Antibióticos é que frango orgânico possui acesso a piquete (pasto), no galpão a densidade por m² é menor e tem alimentação orgânica.