Atualmente, temos 3 sistemas de criação de frangos certificados: Sustentável (sem uso de transgênicos), Orgânico e Caipira. A diferença entre estes três sistemas é o manejo e a nutrição, havendo restrições quanto à linhagem apenas para as aves utilizadas na criação caipira. 

1) Frango sustentável sem o uso de transgênicos

No sistema de criação Sustentável, as aves recebem ração sem o uso de transgênicos e ingredientes de origem animal, sem uso de antibióticos, promotores de crescimento, quimioterápicos, anticoccidianos químicos e ionóforos 

As aves são criadas em galpões fechados, em densidade de, no máximo, 30 kg/m² e em ambiente controlado. 

Em cada granja, há produtores capacitados, responsáveis pela manutenção das condições adequadas de temperatura, umidade, distribuição da ração e sanidade das aves. 

Temos um técnico de campo que realiza visitas semanais anotando o andamento produtivo e sanitário em conformidade com nossas normas de produção, que além de uma série de parâmetros, verifica com muita acuidade os requisitos concernentes ao bem estar dos animais. 

Os frangos sustentáveis sem o uso de transgênicos são certificados como livres de antibióticos e ingredientes de origem animal na ração, pela WQS Certificações de Produtos Ltda., de acordo com as Normas para Produção, Abate e Controle Laboratorial de Frango Certificado Alternativo da Associação da Avicultura Brasileira – AVAL. 

2) Frango Orgânico Korin

Para um produto ser considerado orgânico, é preciso que o mesmo possua uma certificação que garanta que os procedimentos usados na produção estejam de acordo com os princípios básicos da criação ou cultivo orgânico. 

No caso do Frango Orgânico Korin, as aves recebem ração com ingredientes certificados orgânicos, sem ingredientes de origem animal e sem antibióticos. A ração fornecida às aves é produzida com ingredientes orgânicos, como o milho e o farelo de soja. 

O frango orgânico da Korin é produzido de acordo com a lei de nº 10831 de 23 de dezembro de 2003, chamada Lei dos Orgânicos. Também conta com um processo certificado, neste caso pelo IBD – Instituto Biodinâmico. O IBD é uma instituição certificadora afiliada à IFOAM (Fundação Internacional dos Movimentos da Agricultura Orgânica) e acreditada internacionalmente para auditorias de produção orgânica. 

As aves são criadas em sistema semi-confinado, permanecendo nos galpões até os 25 dias de idade para que possam ser aquecidas e protegidas das correntes de ar. Quando atingem a idade de 25 dias passam a ter acesso a uma área de pastejo (área de piquetes), sendo soltas no período da manhã e recolhidas no período da tarde. É importante ressaltar que mesmo no período em que estão soltas, as aves têm livre acesso à ração e à água que estão disponíveis dentro do galpão. 

3) Frango Caipira Korin

Frango de linhagem exclusiva para esse fim,  criados em sistema com acesso a áreas externas para pastejo, exercícios e manifestação de comportamentos inerentes à espécie, e que se alimentam com ração constituída por ingredientes, preferencialmente, de origem vegetal, sendo proibido o uso de melhoradores de desempenho de base antibiótica. Apenas linhagens ou raças de aves de crescimento lento (superior a 70 dias) serão aceitas com esta denominação. 

Assim como nas criações de frango sustentável sem uso de transgênicos e orgânico, as aves caipiras também não recebem antibióticos, promotores de crescimento, quimioterápicos, anticoccidianos químicos e ionóforos e a ração não contém ingredientes de origem animal. 

As aves (orgânicas e caipiras) são criadas em galpões fechados, em densidade de, no máximo, 10 kg/m² até os 25 dias de idade e, após isso, passam a ter acesso a uma área de pastejo (área de piquetes), sendo soltas no período da manhã e recolhidas no período da tarde, tendo livre acesso à ração e à água, disponíveis dentro do galpão. 

Korin conquistou a certificação de bem-estar animal da HFAC – Humane Farm Animal Care, um protocolo de certificação conferido às empresas produtoras que implantam e seguem normas bastante rigorosas com relação ao bem-estar animal. Tanto o sistema de criação e abate de frangos de corte sustentávelorgânico e caipira como o de criação de galinhas de postura AF (produção de ovos) são certificados pela HFAC – bem-estar animal) e WQS (livres de antibióticos e ingredientes de origem animal na ração). 

Todos os nossos produtos atendem a rigorosos padrões de qualidade, onde garantimos aos nossos clientes a conformidade com as Normas e Padrões descritos para cada processo produtivo.