Ovo faz bem para a saúde?

em 27 de jul de 2023

Vilão ou superalimento? Conheça os benefícios do ovo para a saúde

Quem nunca ouviu falar das polêmicas sobre o ovo, que no passado chegou a ser evitado nas dietas prescritas em consultórios, e hoje é recomendado mundo afora.

Mas, afinal, ovo faz bem para a saúde? Confira no artigo a seguir tudo sobre as vitaminas, proteínas de alta qualidade e gorduras boas deste alimento.

 

Ovo aumenta o colesterol?

A relação entre ovo e colesterol vem da década de 70, quando uma pesquisa conduzida pelo dr. Ancel Keys, o Estudo dos Sete Países, analisou os fatores de risco que associavam o alto consumo de gorduras a taxas elevadas de colesterol e mortalidade por infarto.

Foi assim que alimentos como ovo e abacate passaram a ser considerados vilões.

Anos mais tarde, novos estudos constataram que a formação de placas de gordura associadas ao infarto se dava em virtude de processos inflamatórios nas artérias, causados pelo consumo excessivo de carboidratos refinados, e não necessariamente por conta do colesterol.

Esta descoberta trouxe o ovo de volta ao cardápio de uma alimentação considerada saudável.

 

Ovo: fonte de proteínas

O ovo é considerado uma fonte de proteínas, nutrientes cujos benefícios vão muito além do popular ganho de massa muscular. Essenciais para o funcionamento do organismo, elas são necessárias para a formação dos anticorpos e células de defesa, para a manutenção e reparação de tecidos, entre outras funções vitais.

Embora possua menor quantidade de proteína em relação à carne e ao frango, o ovo tem custo mais acessível e é bem-vindo no prato diariamente.

 

Ovo: bom para o aprendizado e a memória

As proteínas estão relacionadas à transmissão de sinais nervosos e= à liberação de neurotransmissores, atuando na concentração, aprendizado e memória.Mas não são só elas que fazem do ovo um alimento bom para o funcionamento do cérebro. Presente em grande quantidade na gema, a colina, uma das vitaminas do complexo B pouco encontrada em outros alimentos, favorece a manutenção da saúde cognitiva, além de exercer outros papéis importantes, como renovar as células e auxiliar na produção de energia.

 

Ovo: ingestão de gordura boa

Pode parecer estranho dizer que uma gordura é boa, já que o termo passou a ser associado a algo negativo ao longo dos anos. No entanto, em quantidade equilibrada, os chamados lipídios são fundamentais para uma série de funções do corpo.

O ovo contém valores significativos de gordura poli-insaturada, como ômega 3, que tem ação anti-inflamatória.

O colesterol, uma gordura que foi considerada vilã e é produzida pelo organismo, também está presente no ovo. Embora, ela possa ser prejudicial se consumida em excesso, desempenha papéis importantes, como componente das membranas celulares e do tecido nervoso, na produção de hormônios como testosterona, progesterona e estrogênio, além da vitamina D.

Por isso, é fundamental manter uma dieta balanceada, rica em nutrientes, e sem exageros.

 

Ovo: saúde dos olhos em dia

O ovo colabora para proteger a saúde dos olhos: os antioxidantes luteína e zeaxantina, além da vitamina A, presentes em sua composição, ajudam a prevenir problemas como a degeneração macular e a catarata.

 

Ovo: saciedade para manter a boa forma

Inserir ovos na alimentação diária contribui para gerar saciedade e controlar o peso em uma dieta equilibrada.

 

 Ovo: ossos saudáveis

O ovo é um dos poucos alimentos que contêm vitamina D, hormônio que atua na absorção do cálcio para os ossos, além de ser importante para o crescimento, sistema imunológico, musculatura, metabolismo e em diversos órgãos e sistemas.

 

Ovo orgânico: saúde e qualidade

Produção Integrada de Ovos Korin

As galinhas do manejo orgânico recebem alimentação livre de substâncias tóxicas, como metais pesados, agrotóxicos, fertilizantes químicos, promotores de crescimento e antibióticos.

Além de ser benéfica para a saúde humana, a produção orgânica preza pelo bem-estar animal, pela preservação dos recursos naturais, respeito às comunidades locais e aos direitos e condições dos trabalhadores envolvidos.

Na Korin, as aves recebem ração de alta qualidade, produzida pela própria empresa a partir de grãos orgânicos certificados, sem uso de transgênicos ou ingredientes de origem animal. Trata-se de uma dieta equilibrada e repleta de nutrientes.

As galinhas da Korin são criadas em galpões (barracões), em densidade de no máximo 10 aves/m², com acesso a água 24h/dia e a piquetes, onde podem expressar seu comportamento natural, como ciscar, viver em comunidade, correr, tomar sol, abrir as asas para se refrescar e empoleirar.

Os animais contam ainda com um período de no mínimo de 8 horas no escuro, o que em conjunto com as demais medidas colabora para a redução do stress e a promoção da saúde.

Não é exagero dizer que a criação adotada influencia na produção dos ovos. Quer um exemplo? Galinhas criadas em confinamento e sem acesso à alimentação livre de substâncias tóxicas produzem ovos com maior quantidade de ômega-6, que no organismo humano se converte em um precursor dos processos inflamatórios.

Agora que você já conhece mais sobre os benefícios deste alimento para a saúde, conheça os ovos orgânicos caipira Korin e saiba onde encontrá-los na sua região.

Korina, a galinha feliz da Korin

 

REFERÊNCIAS

BOWDEN, J; SINATRA, S; O mito do colesterol. WMF Martins Fontes, 2016.

KARSTEN, H. D.; PATTERSON, P. H.; STOUT, R.; CREWS, G. Vitamins A, E and fatty acid composition of the eggs of caged hens and pastured hens. Cambridge University Press, 2010.

 

Texto: Caroline Franco

Experimente também: